Sete Curiosidades Sobre a profissão de Cabeleireiro

  1. Profissional polivalente: Além de dominar a arte de cortar, colorir e pentear ele de_Ed_FK3A7454-2verá possuir vasto conhecimento de cosmetologia, tricologia, calorimetria, visagismo, química, moda, psicologia, administração, comunicação etc.
  2. Cursos: Os profissionais devem estar em constante aprendizado. Bons cursos custam em média 3.500 reais o módulo de 30 horas aulas.
  3. Trabalhador autônomo: A grande maioria dos cabeleireiros não possuem carteiras assinadas, portanto, suas remuneraçoes são na forma de  comissões sobre o trabalho que realizarem em suas clientes.
  4. Salário: Apenas 20% do valor pago pela cliente fica como salário ao cabeleireiro. Cada salão possui suas normas internas. Alguns fornecem os produtos e pagam de 20 a 40% de comissão para os profissionais. Outros, os profissionais compram todos os produtos e equipamentos e deixam de 30 a 40% para o salão.
  5. Jornada de trabalho: Em média a jornada de trabalho é de 10 horas, mas podendo facilmente passar das 12 horas diárias.
  6. Profissão: A Lei nº 12.592 abre discursão sobre a regulamentação da profissão,  ainda falta estudos para que a profissão seja devidamente reconhecida e regulamentada.
  7. Produtos: Uma das poucas profissões que as marcas cobram para fazer demonstrações de seus produtos. Leia mais: Administrando o Mercado da beleza

Uma ideia sobre “Sete Curiosidades Sobre a profissão de Cabeleireiro”

Os comentários estão fechados.